Instituto

Home/Instituto

Instituto das Filhas do Divino Zelo

Quem são as filhas do Divino Zelo

O Colégio Cristo Rei pertence ao Instituto das Irmãs do Divino Zelo. Fundado por Aníbal Maria Di Francia, no ano de 1887, em Messina, Itália.
Aníbal, ainda jovem, teve o desejo de seguir um caminho diferente e se tornou sacerdote. Homem de muita oração, percebe a falta de líderes na Igreja (padres, Irmãs, Leigos). Para responder a esse desafio, fundou a Instituto das Filhas do Divino Zelo. Elas têm como missão: rezar pelas vocações; incentivar as pessoas a rezarem; serem boas operárias na Igreja.
E como boas operárias se dedicam à Promoção e ao cuidado da vida na educação de crianças e jovens e no cuidado com os idosos e Irmãos que sofrem e precisam de ajuda. As Irmãs Chegaram a Içara, no Bairro Aurora, em maio de 1959. Lá assumiram um trabalho assistencial e social junto aos mineiros. Em seguida, adquiriram um terreno no centro de Içara e começaram a construir o Colégio Cristo Rei, inaugurado no dia 08 de dezembro de 1962.

Santo Aníbal Maria Di Francia

Aníbal Maria Di Francia, nasceu em Messina, Itália, a 05 de julho de 1851, de uma família da nobreza messinense, sendo seus pais o Cavalheiro Francisco Di Francia, dos Marqueses de Santa Catarina de Iônio (Catanzaro) Vice-Cônsul Pontíficio e Capitão honorário da Marinha e a Nobre dama Anna Toscano, dos Marqueses de Montanaro por parte de mãe. Aníbal Maria Di Francia, o terceiro entre os quatro filhos, ali viveu sua infância e idade adulta, dedicando-se e amando sua terra natal, intitulando-a de “mia Patria”, chegando até aos 76 anos de vida.

Aníbal Di Francia é um místico italiano (1851-1927), fundador de dois Institutos Religiosos e outras obras e organizações de promoção humana e de evangelização, declarado Santo da Igreja pelo Papa João Paulo II, a 16 de maio de 2004.

Dedicou sua vida ao carisma do Rogate, principalmente no cuidado e educação de crianças e jovens. Do grupo de colaboradores e colaboradoras que aos poucos se uniram a Aníbal Di Francia, destaca-se, sobretudo para as Filhas do Divino Zelo, a Madre Maria Nazarena Majone. Ela foi a principal figura, “a mais estreita colaboradora” que, chegando nos primórdios da obra, em meio a grande pobreza, levando avante diversas obras e comunidades iniciantes, com excepcional coragem e profunda sintonia e comunhão, soube colocar em ação e traduzir no seu jeito feminino e materno, os ideais de Aníbal Di Francia, aquele que seria para todos, o Padre Fundador.

 

Madre Maria Nazarena Majone

É a co-fundadora da Instituto das Filhas do Divino Zelo. Maria Majone nasceu em Graniti (Messina – Itália) a 21 de junho de 1869. Aos 20 anos tornou-se Religiosa na recém fundada Congregação do Padre Aníbal Maria Di Francia. Dizendo o sim alegre e consciente, recebeu o nome de  ”Nazarena”. Sua vida caracterizou-se pela docilidade em aderir à vontade de Deus humildemente, seguindo os passos de Padre Aníbal, que buscava a plena realização da ordem de Jesus: “ROGATE”. Morreu em Roma a 25 de janeiro de 1939.